Boletim 1

Em clima de otimismo, Feitintas é aberta ao público no São Paulo Expo

São Paulo, setembro de 2018 –A Feitintas – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos, foi oficialmente aberta nesta quarta-feira (12), no São Paulo Expo, pelo presidente do Sitivesp – Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo, Narciso Moreira Preto, e pelo gerente internacional de produtos da Cipa Fiera Milano, Thomas Steward, com a perspectiva positiva de uma recuperação econômica do setor. “Estamos em um momento de mudança do mercado, de inovação e reinvenção da indústria para atendermos as novas necessidades dos profissionais deste segmento com as principais tendências e novidades”, destacou Steward.

Moreira Preto, por sua vez, comemorou o marco de 20 anos de lançamento da Feitintas, ressaltando que o momento é de inovação. “Estamos lançando o I Fórum Internacional de Tintas e Vernizes. O primeiro de muitos que ajudarão a atender o mercado sempre ávido por novas propostas, sendo uma atividade estratégica para todos os públicos da feira”. Segundo ele, o Brasil vive uma fase difícil, mas a realização da Feitintas comprova a força do setor. “Claro que a recuperação da economia não depende só de nós, mas temos tudo para crescer”, concluiu.

Realizado pelo Sitivesp – Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo e promovido pela Cipa Fiera Milano o evento  deve receber 40 mil visitantes qualificados até sábado. São cincomil m² de área no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, onde pintores, revendedores e demais profissionais podem tercontato com as principais marcas da indústria que movimentam o mercado mundial.

Presidente do Sitivesp abre o  I Fórum Internacional de Tintas e Vernizes 

O Presidente do Sitivesp – Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo, Narciso Moreira Preto, abriu o I Fórum Internacional de Tintas e Vernizes na Feitintas – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos, ressaltando a importância do trabalho de todas as associações parceiras para este trabalho que defende o futuro do setor e luta pela qualidade profissional do pintor brasileiro.

“Reunimos profissionais para agregar valor e contribuir para a capacitação neste segmento com foco em tendências de cores, gestão de revendas e logística reversa, entre outros temas relevantes, pois os pintores são nossos grandes parceiros. Eles também poderão visitar os expositores, além das ilhas de Repintura Automotiva e de Pintura Imobiliária, fechando o ciclo do conhecimento e troca de experiências”, anunciou.

Volume de tinta per capita saltará de 7,5 litros para 10,9 até 2030

Crescimento projetado da classe média é principal fator de crescimento do consumo do produto, com destaque para Colômbia, Paraguai e Peru.

A classe média deve continuar sendo um dos principais motores de crescimento do mercado de tintas e vernizes na América do Sul. A análise é do consultor Francisco Rácz (Rácz, Yamaga & Associates), que palestrou durante o I Fórum Internacional de Tintas e Vernizes, no painel “Mercado Sul Americano de Tintas e Tendências”. Atualmente, essa fatia da população representa 32% dos habitantes sul-americanos, mas até 2030 deve corresponder a 60%. Esse montante representará em 12 anos 10,9 litros per capta anuais, ou US$ 22 bilhões, vindos principalmente da Colômbia, Paraguai e Peru. Atualmente, o volume é de 7,5 litros per capita.

Outrodrivede crescimento são as tintas automotivas. Hoje, em nossa região do globo temos uma frota de 227 veículos por mil habitantes. Até 2030, o número deve ser de 313 veículos para a mesma proporção. “Ou seja, o mercado de tintas para carros vai continuar crescendo por muito tempo, em um ritmo de 4% ao ano”, projeta Rácz. Para as tintas imobiliárias a projeção também é positiva: 3,7% de alta até 2022. Até lá, nos próximos quatro anos, o transporte urbano e equipamentos agrícolas devem crescer ainda mais: 8,6% anuais.

Outros fatores que podem representar crescimento, apontados pelo consultor, foram a necessidade de infraestrutura, o déficit habitacional e a regulamentação em cada país, que tem aumentado a qualidade das tintas.  “Acreditamos que a capacidade instalada em território sul-americano é adequada. Os desafios são como as empresas vão obter acesso à inovação, e valor agregado, além do fortalecimento das marcas. Mas de maneira geral, é um mercado maduro, crescente e muito rentável”.

Brasil tem muitos novos mercados para as tintas inteligentes

No primeiro dia da Feitintas – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos, Washington Yamaga, fundador da Rácz, Yamaga & Associates, discutiu as oportunidades emergentes para o mercado brasileiro das chamadas tintas inteligentes. O executivo apresentou a estética, proteção, durabilidade e funcionalidade destas novas tecnologias em pintura, como a autocurável com microcápsulas e a superhidrofóbica.

Yamaga também esclareceu que o termo é amplo, pois há vários níveis de tintas inteligentes, como funcionais (antirrisco, anticorrosiva), não-autonômicas (autolimpantes), autonômicas (autoestruturantes) e multifuncionais (autoescurecentes, fotovoltaicas). “As oportunidades para o mercado brasileiro envolvem áreas como eletrônicos, saúde, militar, carros, navios e aviões. A Embraer é um exemplo de novo mercado para este segmento”, explicou.

Quanto ao custo, ele ressaltou que, infelizmente, outros setores estão bem mais regulamentados do que o de tintas, o que ajuda nos preços finais ao consumidor. “Se o mercado não tem capacidade de consumir, não faz sentido estimular a produção. O comportamento do consumidor somado às regulamentações necessárias são fatores essenciais para o futuro das tintas inteligentes no Brasil, com um mercado de tintas que movimenta US$ 500 milhões por ano e empresas de nicho de alto potencial”.

Alguns outros exemplos do segmento incluem tintas anticorrosivas, anti fouling sem cobre, anti-risco, autopolimento, Teflon, polímeros color effects e IR-reflective, self-dimming, retardantes de chama e nano cerâmicos.

Ação do bem

Quem chega ao São Paulo Expo para visitar a 11ª Feitintas vai se deparar com algo inusitado – um Opala Cupê 1975 e um Fiat Spider 1969. Única escola de restauração da América Latina, o Clube do Carro Antigo está expondo na feira pela terceira vez, sempre a convite do SITIVESP (Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo).

Entidade sem fins lucrativos, a instituição, além de fazer parte do processo de importação de carros antigos e de ter o poder de conceder placa preta aos carros. E o mais importante – tem um projeto social para inserir jovens de baixa renda no mercado de trabalho relacionado à restauração de carros.

Em suas turmas de alunos, alguns ganham bolsas integrais para aprender sobre mecânica, funilaria, pintura, elétrica, tapeçaria e marcenaria. “E o mais legal é que os carros que usamos para dar as aulas são todos doados por terceiros”, explica o diretor Ricardo Luna.

 

Serviço:

11ª FEITINTAS – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos – www.feitintas.com.br
12ª FESQUA – Feira Internacional da Indústria de Esquadrias – www.fesqua.com.br
16º EBRATS – Encontro e Exposição Brasileira de Tratamentos de Superfície – www.ebrats.com.br

Horários: de 4ª a 6ª, das 14h às 21h, e no sábado, das 11h às 19h
Data: 12 a 15 de setembro de 2018
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – São Paulo/SP

Sobre a Cipa Fiera Milano

A Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, um dos maiores players de feiras e congressos do mundo que a cada ano atraem aproximadamente 30 mil expositores e mais de cinco milhões de visitantes,tornou-se sócia majoritária da Cipa do Brasil em 2011, dando origem à Cipa Fiera Milano. NoBrasil, são realizadas 12 feiras que representam os mais diversos segmentos da economia, como segurança, energias limpas e sustentáveis, tubos e conexões, cabos, saúde no trabalho, tintas, tratamento de superfícies, esquadrias, tecnologias em reabilitação, inclusão e acessibilidade, entre outras. Entre as principais marcas do portfólio estão Exposec, Fisp, Fesqua, Ecoenergy, Reatech e Ebrats.


Informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação
Email equipe:fieramilano@2pro.com.br
Teresa Silva – (11)3030-9463
Marcos Coelho – (11) 3030-9403
Myrian Vallone – (11) 3030-9404
www.2pro.com.br

 

 

 


Veja também...